Quanto as distrações com mídias sociais estão custando para as empresas?

31 05 2011

Quantas vezes a cada dia você se distrai com as mídias sociais, e-mails ou mensagens instantâneas? Segundo uma recente pesquisa de um provedor de software de e-mails sociais, a Harmon.ie, você e outras milhares de pessoas estão desperdiçando US$ 10.375,00 em produtividade a cada ano, e tudo porque nós não conseguimos nos desconectar de um chat no MSN com algum amigo, ou porque somos desviados por uma caixa de entrada abarrotada de e-mails ou porque caímos no mural viciante do Facebook com suas fotos, atualizações, mensagens e notícias das dezenas de páginas que seguimos todos os dias.

Em uma pesquisa com mais de 500 colaboradores em empresas de todos os portes nos EUA, a Harmon.ie constatou que nas empresas com mais de 1.000 funcionários, estes tipos de distrações digitais podem gerar mais de US$ 10 milhões de dólares de prejuízo por ano.

E nesta época de obsessão por mídias sociais, as fofocas no cafézinho e as reuniões inúteis não são mais os maiores desperdiçadores de tempo no trabalho. Quase 60% das distrações no trabalho atualmente envolvem redes sociais, mensagens de texto, mensagens instantâneas (MSN, Skype ou GoogleTalk) ou e-mails. De fato, navegar entre várias abas e janelas para manter os olhos em uma ampla variedade de aplicativos e sites já é por si só, uma tremenda distração.

No final, quase a metade dos empregados que responderam a este estudo disseram que trabalhavam apenas 15 minutos ou menos, sem serem interrompidos ou distraídos. Mais da metade dos entrevistados disseram que desperdiçavam pelo menos uma hora por dia, devido às distrações que esses aplicativos provocavam.

Yaacov Cohen é co-fundador e CEO da harmon.ie. Em um e-mail, ele escreveu que os resultados da pesquisa foram particularmente irônicos. “A tecnologia da informação, que foi projetada pelo menos em parte para economizar tempo, está justamente fazendo o contrário. Muitas das ferramentas das quais dependemos diariamente para fazer o nosso trabalho, também estão interferindo nessa missão. Nós estamos vendo claramente acontecer o que os psicólogos chamam de “distúrbio compulsivo online”, quando passamos cada vez mais das nossas vidas particulares para o ambiente de trabalho”.

Aqui estão as maiores distrações digitais observadas no estudo:

Email: 23%
Troca constante de janelas de aplicativos para se executar as tarefas: 10%
Atividades pessoais online como o Facebook: 9%
Mensagens instantâneas (MSN, Skype, GTalk): 6%
Mensagens SMS entre celulares: 5%
Pesquisas na Web: 3%

Além de todas essas distrações desperdiçarem o dinheiro das empresas, elas também afetam negativamente a capacidade dos indivíduos em resolver problemas com criatividade, pensar profundamente sobre questões relacionadas com o trabalho e de absorver as informações de forma eficiente, a fim de cumprir prazos, já cada vez mais apertados. Veja no infográfico abaixo, todos os números desse estudo.

Anúncios




Quais as diferenças entre o iPad e o iPad 2?

26 05 2011





Google Earth: versão otimizada para tablets com Android 3.0

5 05 2011

O aplicativo Google Earth acabou de ganhar uma nova versão especialmente desenvolvida para tablets com a versão 3.0 (Honeycomb) do sistema, que agora conta com imagens ainda melhores e muitas camadas com informações para aproveitar ao máximo a grande tela do tablet.

Nesta nova versão foi adicionado o suporte aos edifícios 3D, uma barra superior para pesquisa, a opção de “voar para a sua localização” e camadas, como lugares , fotos Panoramio , Wikipedia e edifícios em 3D. O aplicativo está muito rápido e bonito e está aproveitando muito bem o belo hardware do Xoom da Motorola.

Para fazer o download clique no link do Android Market!

Fonte: [rodrigostoledo.com]





iPad 2 chegará ao Brasil no dia 27 de maio, custando a partir de R$1.750

4 05 2011

Dias antes do anúncio da lista oficial pela Apple, a INFO Online havia dito que o Brasil não estaria nela e que o iPad 2 só chegaria por aqui em junho. Agora, ela mesma afirma ter obtido informações sólidas acerca do lançamento da tablet por aqui no dia 27 de maio (uma sexta-feira) — isto é, na sua terceira leva de expansão.

A Apple já avisou seus parceiros no Brasil que terá iPads 2 para vender oficialmente no país até o final deste mês. […] As vendas do novo iPad começarão, simultaneamente, nas Apple Resellers e nas lojas online autorizadas a despachar produtos Apple.

A data não é novidade e já é uma aposta nossa de muito tempo. O que eles trazem de realmente novo no artigo é o possível preço de entrada do iPad 2 no Brasil: R$1.750, isto é, R$100 a mais do que era o iPad Wi-Fi de 16GB anterior. Essa mesma variação média deverá afetar o preço de todas as outras versões da tablet — ou seja, a versão mais cara, Wi-Fi+3G de 64GB, poderá custar R$2.500-2.600.

Embora não tenha aterrissado no Brasil no mês passado, chegando em maio o iPad ainda terá vindo para cá muito mais rápido do que ocorreu em sua primeira geração — apenas dois meses e meio depois dos Estados Unidos, contra um total de nove meses, no ano passado.





Organizando os cabos dos equipamentos com rolos de papel higiênico

4 05 2011