Samsung Galaxy S III – o novo imperador dos Androids

3 05 2012

galaxy s3 Samsung anuncia o aguardado Galaxy S III

Graças ao sucesso dos modelos anteriores da linha Galaxy, a Samsung é agora a maior fabricante de celulares do mundo, título que ela sem dúvida manterá quando o fino e belo Galaxy S III chegar às lojas. Com 4,8″, dá para dizer que a Samsung trabalhou pesado para manter o estilo ligeiramente menor do Galaxy S II, pois mesmo a tela sendo 22% maior, o aparelho é apenas 16% maior que o S III. Parece que o One X da HTC já está tremendo na base.

Ao que tudo indica a Samsung concordou com o fato de que há um limite no que toca a até onde pode chegar o hardware hoje. Em vez de colocar um exagerado e bobo sensor de 16 MP na câmera ou afinar o aparelho para algo além das medidas do Motorola RAZR, a empresa focou a maior fatia da sua atenção em melhorar o Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) com recursos pra lá de bem-vindos e, em muitos casos, novos truques e adições que você não sabia que queria tanto antes de vê-los em ação.

Especificações

A tela de 4,8″ é um painel de Super AMOLED com resolução de 720×1280 (306 PPI) e sobre ela está uma câmera de 1,9 MP capaz de fazer vídeos de 720p. Ao longo da parte traseira do Galaxy S III, aparece uma simples câmera de 8 MP capaz de fazer vídeos em 1080p. Mas não deixe esse número “baixo” desanimá-lo — a Samsung aprendeu alguns truques novos para a câmera dessa vez, aos quais chegarei em um minuto.

Rodando em um dos novos ferozes processadores quad-core Exynos 4 Cortex-A9 de 1,4 GHz da Samsung, ele vem com 1 GB de RAM e opções de 16, 32 ou 64 GV de espaço interno (todas ainda permitem a adição de um microSD de até 64 GB).

Em alguns locais (EUA, Japão e Coreia do Sul), o S III estará disponível com suporte a LTE, em Londres a versão vem com HSPA+. Sete sensores, incluindo um acelerômetro; luz RGB; bússola digital; giroscópio; NFC e barômetro estão no barco.

Tudo isso em um corpo que pesa 133g, mede 136,6 x 70,6 x 8,6mm e abriga uma bateria de 2100 mAh; é o primeiro smartphone da Samsung com uma bateria de tão grande capacidade.

Os nomes das duas cores disponíveis, branco mármore e azul cristal, somados à lockscreen, wallpapers e sons, gritam “natureza” ao usuário, mesmo aquele que more em uma selva de pedras, nas grandes cidades.

Melhorias no Android

Como dito antes, a Samsung reformulou o ICS com alguns truques novos bem bacanas. Entre eles:

  • Smart Stay, que usa a câmera frontal para determinar se você está olhando para o aparelho. Você pode definir intervalos a partir de 15s, o que resulta em um pequeno ícone de um olho piscando na barra de notificações do Android. Se ele identificar que seus olhos não estão mais focados no smartphone, a tela escurece;
  • Direct Call, que disca automaticamente para um contato que você tenha aberto ou com quem esteja trocando mensagens. Ao mover o aparelho para a sua orelha, o sensor de proximidade, acelerômetro e giroscópio entram em ação e discam para o número do contato;
  • Smart Alert, que faz o celular vibrar em suas mãos e dispara um LED se você pegar o celular após ter perdido uma chamada;
  • S Voice, um recurso de reconhecimento de voz parecido com o Siri, que você pode usar para perguntar sobre o clima; tirar uma foto (“Oi Galaxy, por favor tire uma foto” para abrir o app da câmera ou “xís” para tirá-la) e outras tarefas como travar o telefone ou controlar a música. Cada demanda pode ser configurada pelo usuário;
  • Social Tag, que liga fotos de amigos em sua galeria a seus perfis no Facebook ou Google+, usando o reconhecimento facial;
  • S Beam, que parelha com outros Galaxies S III (e, por ora, só entre eles) via NFC, compartilha fotos, vídeos, arquivos e até mesmo álbuns de mídia via Wi-Fi. Se o S III do seu amigo não estiver com o Wi-Fi habilitado, O S Beam automaticamente o ativa e, depois do trabalho feito, desativa;
  • AllShare Cast, que se conecta a TVs, notebooks ou tablets via Wi-Fi, espelhando o que quer que esteja na tela do S III. Você pode também usar o smartphone como um joystick;
  • PopUp Play, que literalmente faz o vídeo saltar do player, renderizando-o em uma miniatura de forma que você possa continuar assistindo-o enquanto navega pela web ou cumpre outra função no celular. A miniatura é movível por toda a tela e é bem, bem pequena.

Galaxy S III.

Câmera

Uma boa dose de atenção deve ser dada à câmera do Galaxy S III; seus recursos o colocam na briga com as da linha One, da HTC, em termos de desempenho. Embora eu não tenha conseguido impressões concretas sobre a qualidade de imagem no breve uso que fiz (não havia tempo suficiente e a sala não estava muito clara), todos que estiverem interessados em tirar fotos em seus celulares (todo mundo, vamos admitir) ficará maravilhado com essas novidades:

  • Atraso mínimo. A Samsung minimizou o tempo de recarregamento drasticamente no S III, então virtualmente não há demora entre apertar o botão e a foto ser tirada;
  • Modo Burst/Melhor Foto, o que tira 20 fotos em sequência (seis fotos por segundo) e então recomenda a melhor delas (usa-se um algoritmo para determinar qual tem a melhor iluminação e em qual todos os olhos estão abertos, por exemplo). Você, claro, pode ignorar a sugestão do celular e pegar aquela foto engraçada do seu amigo com os olhos fechados;
  • Zoom facial, que reconhece rostos individualmente em uma visualização em tempo real, permitindo ao fotógrafo tocar uma faz e dar zoom nela, tirando uma foto apenas dela. Perdão, outras pessoas feias na foto;
  • Fotos enquanto se filma. Como o recurso que a HTC acrescentou à linha One, a Samsung também acha que as pessoas gostam de tirar fotos enquanto estão filmando. Agora é possível;
  • Slideshow de rostos. Quando algumas fotos forem tiradas (ou transferidas) para o S III, um slideshow mostrando as suas fotos felizes fará zoom em cada foto, mas não deixará de focar nos rostos de cada pessoa que estiver na cena. Ninguém ficará de fora, como costuma acontecer no Apple TV, por exemplo;
  • Tags em grupo. Geradas automaticamente dos seus grupos de contatos, você pode ver todas as fotos da sua família, por exemplo, desde que você os tenha organizado nas categorias corretas. O reconhecimento facial fará o resto.

Câmera do Galaxy S III.

Alguns pontos negativos

Se eu tivesse que fazer alguma reclamação sobre o Galaxy S III baseada nesse rápido hands-on, ela seria à qualidade de construção. A Samsung ainda não fez isso direito, por mais bonitos que o desenho dos seus smartphones seja (e eles são bonitos; veja na galeria de fotos alguns comparativos com o Galaxy Note e S II). Talvez meu coração seja HTC, com seus materiais modernos, bonitos e espaciais, mas os produtos da Samsung sempre tiveram esse aspecto excessivamente plástico para o meu gosto.

Dito isso, é notável como a Samsung conseguiu encolher as coisas de modo a tornar o S III apenas 16% maior que o modelo anterior. Os cantos mais arredondados realmente dão a sensação de parecer um seixo que eles tanto parecem estar em busca. (Embora, felizmente, a Samsung não tenha sido tão literal como foi com o Pebble MP3 player de alguns anos atrás.) Apesar de relativamente leve, o aparelho não tem aquela pegada muito fina; ele ainda transmite a sensação de algum peso à sua mão, o que significa que derrubá-lo não será fácil.

E sim, antes que você pergunte: a Samsung pré-instalou vários apps e a lojinha/HUB de música/games dela própria. Ainda assim, alguns deles, como o acordo com o Dropbox que dá 50 GB de graça por três anos, são bem úteis. O resto, pode esquecer.

samsung galaxy s3 Samsung anuncia o aguardado Galaxy S III

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: